FÓRUM DO BEIÇOLA

De repinturas até pastéis
 
InícioInício  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  RSSRSS  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Aéreas regionais divergem sobre definição do setor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
ISAAC_SBKP
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 721
Idade : 25
Localização : Campinas - SP
Emprego/lazer : Estudante / Spotter
Data de inscrição : 25/01/2008

MensagemAssunto: Aéreas regionais divergem sobre definição do setor   Sex 04 Jul 2008, 12:52

As companhias aéreas regionais, que devem receber medidas de auxílio por parte do governo, estão divididas sobre quais devem ser os critérios para definir esse segmento da aviação. As menores empresas defendem que somente aquelas que operam aviões com menos de 50 assentos devem ser encaixadas na classificação "regional". Esse parâmetro, entretanto, excluiria a Trip, hoje a maior companhia do segmento.

Na quarta-feira, o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse que o governo pretende dar subsídios à aviação regional na forma de suplementação tarifária em rotas deficitárias. Além disso, o governo estuda a redução do ICMS sobre o combustível comprado por essas empresas e, ainda, regras que dificultem a entrada das companhias maiores nas mesmas rotas e horários operados pelas regionais.

A perspectiva de obter incentivos governamentais levou algumas empresas regionais a se reunir ontem para discutir critérios de classificação no segmento - hoje, a regulação do setor não estabelece essa definição. "A conclusão foi de que companhias aéreas regionais são aquelas que usam aeronaves com até 50 assentos", afirmou Apostole Lazaro Chryssafidis, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Transportes Aéreos Regionais (Abetar). "O nosso objetivo é sugerir um critério para o Ministério da Defesa", afirmou.

A entidade representa nove companhias, entre as quais NHT, Meta, Passaredo e Trip. Esta, entretanto, que é a maior do segmento, não esteve presente à reunião.

Publicamente, a Trip já manifestou que inclui no conceito aviação regional as companhias com equipamentos de até 100 assentos. Há cerca de duas semanas, a Trip anunciou a compra de cinco jatos da Embraer do modelo 175, cada um com 86 assentos. A empresa tem mais 10 opções de compra e 15 direitos de compra.

Com essa aquisição, a Trip será a única empresa regional a usar jatos, e não apenas aviões turboélice. Atualmente, ela é também a companhia mais capitalizada do segmento. Os dois fatos parecem ter colocado-a em posição diferente de outras aéreas regionais. "Entendemos que quem opera aviões com mais do que 50 lugares deve brigar com as grandes", afirmou Eduardo Busch, diretor jurídico da Passaredo, regional de Ribeirão Preto (SP). "O governo deveria privilegiar as empresas pequenas. Quem opera aviões maiores já está distante da realidade das companhias regionais." Procurada, a Trip informou que não tinha porta-voz disponível. (RC)

Fonte: Valor Econômico

_________________

Decolar é opcional , pousar é obrigatório.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumbrasilnoar.forumeiros.com/index.htm
Murilo Silva
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 400
Idade : 26
Localização : Uberlândia-MG
Emprego/lazer : Estudante/Aficionado por aviação/futuro comandante
Data de inscrição : 20/02/2008

MensagemAssunto: Re: Aéreas regionais divergem sobre definição do setor   Sex 04 Jul 2008, 19:15

De fato, é complicado encaixar a Trip na definição de regional, já que ela opera aviões com 70 assentos (em breve vai operar de 86), e atua em todo o território nacional. Acho que ela já pode se definir como companhia aérea "grande".

Alguém aí viu o novo esquema de pintura da Trip? Ficou muito bonito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://uditexturas.webs.com
ISAAC_SBKP
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 721
Idade : 25
Localização : Campinas - SP
Emprego/lazer : Estudante / Spotter
Data de inscrição : 25/01/2008

MensagemAssunto: Re: Aéreas regionais divergem sobre definição do setor   Sex 04 Jul 2008, 22:45

Concordo com você Murilo , e por falar na nova pintura da Trip , muito bonita , nova pintura e novo posicionamento no mercado , com a chegada de jatos ERJ-175. Queria saber como se define uma companhia aérea regional , só pelo nº de assentos oferecidos ?

_________________

Decolar é opcional , pousar é obrigatório.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumbrasilnoar.forumeiros.com/index.htm
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aéreas regionais divergem sobre definição do setor   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aéreas regionais divergem sobre definição do setor
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ASAS ALEMÃS SOBRE O RIO POTENGI
» [Brasil] Negociação sobre caças da FAB azedou relação entre Dilma e Jobim
» Curiosidades sobre as alturas...
» [Brasil] Empresas aéreas desistem de guerra de preços e reajustam tarifas
» Sites sobre aviação virtual internacional

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FÓRUM DO BEIÇOLA :: Principal :: Plantão da Aviação-
Ir para: